Yayoi Kusama (4ª. Semana - Final)

ARTS QA – PELA CURADORA ADRIANA REDE

SÉRIE O ARTISTA EM ATOS: YAYOI KUSAMA


(4ª. Semana - Final)


YAYOI KUSAMA EM 20 ATOS


16 - O conceito de obliteração de Yayoi Kusama vai muito além de simples bolinhas - A palavra obliteração significa algo como perfurar, abrir um espaço vago. Ou também o desejo de desaparecer, integrar-se ou desintegrar-se no espaço ou nas coisas, na matéria. Ou seja, um processo que a artista elaborou artisticamente por meio deste conceito para exprimir sua poética. Pontos ou bolinhas, empregados de maneira obsessiva, são entendidos por ela como símbolos do mundo, símbolos do cosmo. Isso faz com que, em seu trabalho, tudo se conecte.


17 - Em 2014, Rio, Brasília e SP, nesta última cidade no Instituto Tomie Ohtake, receberam a exposição da artista, "Obsessão Infinita”, fazendo com que ficasse muito conhecida no país. A mostra, gratuita, recebeu cerca de 500 mil visitantes em dois meses.


18 - Em Tóquio existe um museu dedicado a ela, onde até os elevadores e banheiros são cobertos por pontinhos.


19 - Um dos seus últimos trabalhos é a série de pinturas com cores vibrantes "My Eternal Soul", em que a artista trabalha há mais de 10 anos, até hoje. Um resumo do que ela fez e experimentou nos 70 anos de trajetória artística.


20 - Em 1973 volta para o Japão. Lá se interna em uma instituição psiquiátrica. Tida como uma das artistas mais conhecidas e influentes do mundo, até hoje vive voluntariamente nesta instituição, que fica próxima ao seu atelier, em Tóquio, onde trabalha todos os dias…


Imagens: Obliteration Room, Portrait of the Artist, Pinturas da Série “My eternal soul”, Kusama Museum




OBLITERATION ROOM


PORTRAIT OF THE ARTIST


PINTURAS DA SÉRIE "MY ETERNAL SOUL"


KUSAMA MUSEUM

Posts Em Destaque
Teremos posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags