OS CASTRATI – MAIOR FENÔMENO VOCAL DE TODOS OS TEMPOS – OUÇA SUA VOZ

SAUDAÇÕES MUSICAIS, QUERIDOS QUARTIERS



IMPORTANTE SABER


  • Em italiano Castrato, plural Castrati, é o nome dado a cantores, que conseguiam cantar o equivalente a toda a tessitura da voz feminina: soprano, mezzo-soprano e contralto

  • Foram o maior fenômeno vocal de que se tem notícia na história da música

  • Para possuírem esta característica única na voz, eram submetidos a um terrível procedimento, evitando assim, que sua voz mudasse com a chegada da puberdade

  • Isto acontecia, por volta de 8 a 12 anos de idade.

  • Se a castração acontecia antes dos 10 anos de idade, cresciam com mais características femininas. Após esta idade, apresentavam um desenvolvimento mais dentro da normalidade. Não podiam ter filhos.

  • Com este procedimento, acontecia um desequilíbrio da hipófise, trazendo várias modificações em seu físico como: crescimento de forma anormal, eram altíssimos, a capacidade torácica era extraordinária; com o bloqueio do crescimento da laringe, que nos homens tem o dobro de comprimento das mulheres, as vozes permaneciam agudas como a voz feminina; imberbes

  • O procedimento não envolve a amputação e sim, a ablação dos testículos

  • Muitos meninos eram escolhidos por se destacarem em corais, (na sua grande maioria, meninos de origem humilde) ou eram órfãos, e tinham que ter a anuência de seus pais, o fato é que era considerada uma grande chance de ganharem fama e dinheiro. Alguns ficaram riquíssimos, outros não.

  • Alguns meninos, mesmo depois de passar por este terrível procedimento, exaustivo e intenso estudo de técnica vocal, não desenvolviam uma bonita voz. Eram considerados castrati de “segunda linha”. Passavam a cantar em coros de igrejas ou em papéis secundários nas óperas

  • A prática da castração não foi invenção dos italianos. Foi largamente empregada na antiguidade no processo para criação dos eunucos.

  • No entanto, foi no século XVI, na Itália, que eles tiveram destaque

  • O papel de herói nas óperas, era sempre escrito para eles

  • Cantavam de forma tão surpreendente, que pessoas na plateia e nas orquestras chegavam a passar mal, algumas até a desmaiar de emoção!

  • Tinham a capacidade de cantar sem respirar por cerca de 1 minuto!

  • Não existem mais castrati

  • A voz bem aguda masculina que nos faz pensar ser uma voz feminina, recebe hoje o nome de contratenor. O papel dado aos castrati em óperas barrocas, hoje é desempenhado por cantoras ou por contratenores

  • Em 1870, a prática da castração com a finalidade de ter esta extraordinária voz, foi proibida na Itália (graças a Deus!)

  • Em 1902, o Papa Leão XIII, proibiu a utilização dos castrati nos coros das igrejas

  • O último castrato foi Alessandro Moreschi (1858-1922) que serviu a Capela Sistina entre 1902 e 1904.


Escolhi para vocês ouvirem hoje, algo realmente excepcional e impressionante. Uma raríssima gravação com o castrato Alessandro Moreschi, onde vocês poderão ter uma ideia da excepcional voz que eles possuíam. Foi o último cantor castrato da Capela Sistina. Era conhecido como “Anjo de Roma”. Vai interpretar Ave Maria de Gounod. É de chorar!!





O LIGNE DES ARTS QUARTIER - MÚSICA




É um projeto inédito, criado pelo Quartier des Arts.

Sob a batuta da especialista Clarice Miranda, o objetivo é trazer a todos um amplo e compartilhado processo de imersão na música clássica através de conhecimentos que facilitarão um maior aproveitamento desta arte tão especial.







As publicações ocorrem todas às quartas, de manhã!







E, além disso há uma LINHA DIRETA, com nossa especialista que estará disponível para responder perguntas, discorrer sobre os assuntos abordados e também resolver dúvidas sobre música de forma geral.




As perguntas poderão ser inseridas nos posts com as chamadas para o Ligne des Arts em nosso grupo do Facebook e também, diretamente para ela, na parte final dos encontros on-line de música Clássica.








CLARICE MIRANDA

Educadora musical, musicoterapeuta, soprano, letrista e compositora, membro da academia de cultura de Curitiba, atuou como solista em diversos grupos vocais, gravou participações com a Orquestra Sinfônica de Berlim, música com letra de sua autoria.

Ministrou palestras e cursos regulares nos seguintes lugares: Casa de Cultura Solar do Rosário, em Curitiba; Centro paranaense feminino de cultura em Curitiba, Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília; todas as capitais brasileiras, através do circuito cultural do Banco do Brasil; Miami, para comunidade brasileira.

Publicou os seguintes livros: Formação de Plateia em Música - Cultura Musical para Todos. Desvendando a Orquestra - Formando Plateias do Futuro. Finalista do prêmio Jabuti; coleção com dois volumes: A História da Música e sua Relação com as Outras Artes e Instrumentos Musicais. Finalista do prêmio jabuti; coleção Desvendando: canto coral, banda e fanfarra e orquestra; Conhecendo a Orquestra e o Maestro; Orquestra: histórico, Regência e Instrumentos. e hoje é curadora da orquestra Ladies Ensemble e consultora musical do auditório Regina Casillo, em Curitiba.










grupoquartierdesarts@gmail.com


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon

Q u a r t i e r   d e s   A r t s 

c o n f r a r i a  c u l t u r a l